Operadores logísticos e a cadeia de serviços logísticos

O conceito de logística eficiente não é fundamentado em caminhões e galpões, e sim na capacidade de atender e suprir ponta a ponta, onde a tarefa principal dos Operadores Logísticos é a coordenação e a canalização mais ampla de toda a cadeia de suprimentos.

Os Operadores Logísticos devem ser reconhecidos formalmente como capazes de coordenar redes complexas através do fornecimento de uma variedade de atividades logísticas, que vão desde a operação de centros de distribuição, gerenciamento de frotas de transportes, realização de serviços afins com valor adicionado, entre outros. Com relação aos provedores logísticos e a natureza dos seus serviços, podem ser divididos em seções, em 1PL – 2PL – 3PL e 4PL.

1PL

As empresas que atuam na camada 1PL são responsáveis por toda a sua logística são classificadas como 1PL, e uma situação ilustrativa de 1PL é quando há compra e venda na mesma localidade por empresas verticalizadas, sem envolvimento de terceiros.

Neste contexto, as empresas se mostram capazes de gerir suas próprias atividades logísticas, uma vez que tais atividades são de baixa complexidade. Estas empresas administram, por exemplo, seus próprios veículos e armazéns. Por não englobar terceiros em suas atividades logísticas, as empresas classificadas como 1PL podem enfrentar dificuldades com sua expansão comercial ou com o aumento da complexidade de sua logística.

Qualquer pessoa que pretenda mover mercadorias de um lugar para outro ou de um país para outro é considerada operador de logística 1PL.

2PL

A partir do momento que empresa começa sua expansão, surge o conceito de 2PL, onde há a expansão geográfica dos negócios e o crescimento das fronteiras logísticas, no qual o 2PL poderá atuar como uma empresa de caminhões ou um operador de armazéns, executando a tarefa. O conceito de 2PL envolve terceirização das atividades logísticas, as quais eram executadas tradicionalmente dentro da empresa.

Poderia envolver uma linha de transporte, uma companhia aérea ou operador ferroviário ou uma empresa de caminhões, caso em que eles próprios, arrendam navios, aviões, trens ou caminhões para transportar a carga de um ponto de origem para um destino pré-organizado.

3PL

O 3PL é um agente na cadeia de suprimentos que oferece uma solução customizada dispondo recursos para membros primários da cadeia de suprimentos, podendo englobar todo o processo logístico ou abranger apenas algumas atividades dentro processo, o que ocorre com maior frequência, gerando uma colaboração entre o 3PL e empresa contratante, cujo contrato deve incorporar a operação e a gestão das atividades. Os fornecedores de 3PL podem ser identificados como empresas de frete ou de correio.

4PL

Diante dos conceitos citados, tem-se que o 4PL é um agente integrador e gestor da cadeia de suprimentos que reúne e gerencia recursos, capacidades e tecnologias, em nome da eficiência de seu cliente podendo desenvolver e operar uma rede de Prestadores de Serviços Logísticos, sendo eles de 3PLs. O papel principal de um 4PL é fornecer uma ampla gama de serviços com gerenciamento holístico da cadeia de suprimentos.

O papel do Operador Logístico passa, então, pela sua capacidade de sistematizar informações, desenvolver estratégias de armazenagem, movimentações internas e transportes, reengenharia de processos, e consequente identificação de fornecedores especializados, ou através de ativos próprios, que irão executar as diferentes atividades na cadeia de suprimentos.

Como a Soluforte pode contribuir com sua empresa ?

A Soluforte é especialista em desenvolver produtos customizados para o transporte de mercadorias perecíveis. Divisórias térmicas para baú frigorífico, lonas térmicas, coberturas térmicas para paletes, bolsões térmicos, todos sob medida para atender especificamente sua necessidade. Entre em contato conosco, e saiba como podemos contribuir com sua empresa.

*PL – Party Logistic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *