LOGÍSTICA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

LOGÍSTICA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

O Brasil está entre os maiores exportadores de produtos agrícolas do mundo, junto com a China, os EUA e a Índia.

Contudo, apesar dos bons resultados das atividades relacionadas a esse mercado, existem alguns problemas estruturais que prejudicam a eficiência do setor.

Os principais desafios da logística de produtos agrícolas

Movimentação de grandes volumes

Com o alto volume produzido, fazer a movimentação desses produtos das fazendas até os pontos de venda, ou os terminais portuários, a movimentação desses commodities acaba sendo um dos maiores desafios.

Transporte por grandes distâncias

Grande parte do volume da produção agrícola está concentrada em regiões no interior do país, o que faz com que esses produtos precisem percorrer grandes distâncias até que cheguem ao seu destino final.

Sendo assim, o uso de outros modais de transporte — além do rodoviário — é justificável e, muitas vezes, até necessário.

Perecibilidade

Via de regra, os produtos agrícolas são perecíveis. Mesmo que eles passem por algum tratamento, que ajudem no controle de temperatura e umidade, por exemplo, isso apenas aumenta o seu ciclo de vida.

Sendo assim, é necessário fazer estudos e um planejamento que envolve os cuidados, manuseio, armazenamento e transporte, por exemplo, de forma que o gerenciamento de riscos ajude a minimizar as perdas ao máximo.

Impacto do valor de frete sobre o valor do produto

Em qualquer mercado, o valor do frete é um custo que tem um grande impacto sobre o faturamento. Na logística de produtos agrícolas não é diferente: o preço pago pelo transporte absorve uma boa fatia do valor de venda do produto.

Para evitar que essa questão prejudique a lucratividade, vale a pena promover a redução em outras áreas e contabilizar esse valor na formação de preço — fazendo o repasse.

Sazonalidade

Os períodos referentes a cada safra representam uma sazonalidade. O desafio é alinhar a infraestrutura, de forma que consiga atender as mudanças e evitar a ociosidade de espaços, máquinas e equipamentos, por exemplo.

Afinal, o que pode ser feito para otimizar a logística de produtos agrícolas?

Para contornar esses desafios ou conseguir otimizar os resultados, é possível contar com algumas soluções. Confira algumas delas:

Fazer o planejamento de acordo com o tipo de produto

O tipo de produto e suas particularidades influenciam muito no tipo de logística que precisa ser adotada, principalmente nas condições de armazenamento. Portanto, para tornar os processos mais eficientes, é preciso planejar questões importantes como: riscos, tempo total de transporte, local de estocagem, tipo de veículo, entre outras coisas.

Gerenciamento de riscos e perdas no estoque

Como dissemos acima, planejar o riscos é fundamental para otimizar a logística de produtos agrícolas. Isso é crucial, pois envolve padrões de qualidade, índice de perdas e custos operacionais.

Nesse sentido, vale a pena contar com ajuda de profissionais especializados na área, como engenheiros e técnicos em agronomia, por exemplo.

Formar parcerias com outras empresas ou cooperativas

Essa é uma excelente estratégia que pode ajudar a resolver o problema do alto custo com o transporte de produtos. Com essas parcerias, é possível otimizar o valor do frete, além de adotar soluções logísticas mais inteligentes.

Investir na locação de galpões

Manter uma estrutura própria também é uma questão que envolve muitos custos. Nesse sentido, vale a pena alugar galpões logísticos, que podem possuir diversas estruturas diferentes, atendendo aos mais variados tipos de produtos.

Essa solução é fundamental quando se trabalha com grandes volumes e também para contornar os problemas com sazonalidade.

Fazer a logística de produtos agrícolas é uma tarefa que requer muito conhecimento e planejamento, já que possui muitas particularidades e desafios como os que foram citados nesse artigo.